sexta-feira, 4 de outubro de 2019

Carta do Leitor: Jureia Um Paraíso Ameaçado



É com imensa alegria que publicamos um texto do nosso grande amigo ambientalista SÉRGIO DIALETACHI, com o titulo “Carta do Leitor: Jureia Um Paraíso Ameaçado”, leiam seu primoroso depoimento que ele postou no facebook.
De Sérgio Dialetachi, Peruíbe/SP, 04.10.2019
Carta do Leitor
Gostaria de registrar minha satisfação ao ler (na Folha do último Domingo) o artigo “Juréia: Um Paraíso Ameaçado”, escrito por Rubens Ricúpero, Fábio Feldmann, Eduardo Jorge, Gláucia Savin e Carlos Joly, que esclarece deplorável episódio ocorrido recentemente na Unidade de Conservação localizada entre Peruíbe e Iguape, no Litoral Sul de São Paulo.
.
Acrescentaria apenas dois pontos: a invasão não foi um fato isolado e nem foi promovida por simples moradores quaisquer.
.
Há cerca de vinte anos, um grupo político equivocado (que se diz de esquerda) resolveu tentar hegemonia local e alcançar projeção regional lançando a tese de que a Estação Ecológica havia sido “copiada de modelos norte-americanos e imposta de cima para baixo”. E esse mantra tem sido repetido por um grupo de seguidores que não presenciaram os fatos ou preferem ignorá-los. Como se vê, fake news, auto-verdades e robôs de compartilhamento não são tamanha novidade e nem exclusividade da extrema direita.
.
A criação da Estação Ecológica Juréia-Itatins foi fruto de uma intensa mobilização da Sociedade Civil paulista contra as ameaças da grilagem de terras, da especulação imobiliária e da construção de usinas nucleares nas décadas de 70 e 80.
.
Muitos dos maiores nomes da política, das artes, da Ciência, do jornalismo e do ativismo social estiveram envolvidos nessa luta, integrada por entidades como a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência – SBPC, Ordem dos Advogados do Brasil - OAB, a Associação Brasileira de Imprensa - ABI, o Instituto dos Arquitetos do Brasil - IAB e a Associação Médica Brasileira - AMB, entre muitas outras de porte e significado.
.
A imprensa paulista encampou quase que unanimemente a campanha, com a Folha exercendo grande protagonismo, como pode ser consultado nos próprios arquivos desse jornal.
.
Gente muito diferente, como Mário Schemberg, Aziz Ab’Sáber, José Godemberg, Rogério Cerqueira Leite, Eduardo Suplicy, Cacilda Lanuza, Carlito Maia, Luiz Roberto Tommasi, Ecléa e Alfredo Bosi, Fernando Morais, Nanuza Menezes e Randau Marques, apenas para citar alguns nomes, foram fundamentais para a viabilização de uma alternativa de desenvolvimento sustentável para a região. Merece destaque o esforço de Ernesto Zwarg Júnior, reconhecidamente o maior defensor do patrimônio ambiental e humano da região.
.
Em 1986, o Governador Franco Montoro conduziu pessoalmente a reunião do CONSEMA – Conselho Estadual do Meio Ambiente que criou a Estação Ecológica, na presença de figuras importantes como o Secretário de Cultura, Chopin Tavares de Lima, o Procurador Geral de Justiça, Paulo Salvador Frontini, o Presidente da SBPC, Luiz Carlos Simões, o Assessor para Assuntos Jurídicos, Roberto Muylaert, o Secretário Especial do Meio Ambiente (federal), Paulo Nogueira-Neto (criador da 1ª estação ecológica, ao redor da área onde seriam construídas as usinas nucleares), o ex-Diretor do Instituto Florestal, Mauro Victor, o Presidente do CONDEPHAAT, Modesto Carvalhosa (precursor mundial em tombamentos de áreas naturais) e o Secretário de Justiça, José Carlos Dias (atual membro da Comissão Arns). Como representante de mais de 130 entidades ambientalistas, participei dessa sessão do CONSEMA.
.
A proposta aprovada foi desenhada por José Pedro de Oliveira Costa, provavelmente a maior “autoridade” brasileira no assunto, tendo trabalhado em organismos como a UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura e a IUCN – União Internacional para a Proteção da Natureza. Por iniciativa própria ou em cooperação com outros especialistas, José Pedro criou 178 Áreas Naturais Protegidas, garantindo a conservação de quase 160 milhões de hectares (até o momento).
.
Não houve NENHUMA manifestação contrária à criação da Estação Ecológica, antes ou depois da reunião do CONSEMA, no litoral ou na Capital, fosse de partido político, movimento social, imprensa ou organismo de defesa dos direitos humanos.
.
O chamado Grupo da Terra, formado dentro da antiga SUDELPA – Superintendência para o Desenvolvimento do Litoral Paulista, para cuidar das complicadas questões fundiárias e demarcação de terras indígenas em todo o Vale do Ribeira (e, portanto, visto por muitos como “comunista”), foi designado para as conversações com habitantes locais para a implantação da Unidade de Conservação. Vale lembrar que a SUDELPA era dirigida por ninguém menos que José Eduardo Raduan.
.
No Governo Quércia, em 1987, a Estação Ecológica foi referendada através de Lei, aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo - ALESP, também sem oposição.
.
Dizer que a criação Estação Ecológica Juréia-Itatins foi uma “violência contra a população tradicional local” é, no mínimo, um desrespeito com a biografia de todas as pessoas envolvidas. Tudo foi feito com o máximo de transparência e participação possível até então.
.
Ainda, em 2006, para corrigir eventuais injustiças e contemplar pleitos dos moradores que não haviam sido previstos originalmente, foi feita uma mudança nos limites e nas restrições de uso impostas para diferentes “porções” da antiga Estação Ecológica.
.
Uma comissão de moradores chegou a ir até o Palácio dos Bandeirantes para homenagear o então Governador Cláudio Lembo pela assinatura do Decreto de criação desse chamado “Mosaico de Unidades de Conservação”.
.
Em 2013, após amplos debates e audiências públicas, a proposta também foi estabelecida por Lei, aprovada pela ALESP.
.
Resta saber, então, quem são os invasores ou que interesses estão por trás desse confronto.
Atenciosamente.
Sérgio Dialetachi – peruibense de coração e ambientalista há 46 anos

Fonte
https://www.facebook.com/sergio.dialetachi

sexta-feira, 27 de setembro de 2019

Carta de Amor Para Natal - Grande Abraço à Orla – Dia 29, às 9h da manhã



Amo Natal. Amo Ver o Mar e os Reis Magos
Defendemos que o Plano Diretor de Natal, que está em processo de revisão, mantenha a nossa capital com a beleza das paisagens como importantíssimo Patrimônio Natural e Paisagístico, que contribuem para um dos mais lindos visuais do Brasil e que nos dá o título de Cidade do Sol, das dunas e do mar. Natal é reconhecida pelos turistas como a capital nordestina que se destaca por sua belíssima paisagem costeira. Estamos na esquina do continente! Por outro lado, por sua configuração geográfica, o vento trazido pelo mar traz diversos benefícios à cidade. Porém, tudo isso está ameaçado de ser perdido, porque as nossas belezas podem ser privatizadas com a construção de prédios altos e caríssimos que se servirão apenas para quem pode pagar. Não poderemos ter apenas arranha-céus na nossa orla, porque isso não é sinônimo de beleza e desenvolvimento. O que se exige na orla e em toda a cidade é a implementação, por parte da Prefeitura de Natal, do Plano Diretor já existente, somando-se a ações de planejamento, gestão, conservação e limpeza. A beleza da paisagem em Natal foi reconhecida desde 1968 e sua proteção legal ocorreu desde a década de 1980, sendo mantida até o atual Plano Diretor, que mantém o controle de gabarito na orla, nos garantindo o desfrute dessa beleza paisagística, além de qualidade de vida. Importante destacar que muitas comunidades de baixa renda estão situadas na orla costeira de Natal e, desde o ano de 1994, tem seu direito à moradia assegurado através das Áreas Especiais de Interesse Social, que merecem ser respeitadas. Queremos uma Natal Sustentável, onde o desenvolvimento de atividades econômicas se compatibilize com a proteção das áreas ambientais e sociais e da nossa riquíssima paisagem. Diante de tudo isto, requeremos aos poderes públicos municipal e estadual o respeito às Áreas de Controle de Gabarito na nossa orla costeira (com a não verticalização da orla), assim como a manutenção das Áreas Especiais de Interesse Social e a não derrubada do Hotel Reis Magos, que pode ser tratado como um importante elemento para o desenvolvimento da orla.
Traga sua família para este ato de “AMOR A NATAL”.

Serviço
“AMO NATAL, AMO VER O MAR E O REIS MAGOS”
Data: 29.09.2019 (domingo)  Concentração: 9h
Local: em frente ao Hotel Reis Magos na Praia do Meio - Natal RN
Urban Sketchers: 9h - 65º Encontro em Natal, imediações do Hotel Internacional Reis Magos
Inscrição sorteio e Apresentação Artistas: 9h10
Blitz: 9h15 - Adesivação de carros e distribuição de panfletos
Divulgação do Sorteio: 10h10
Fotografia oficial do evento: 10h20
Formação do cordão para o “Grande Abraço à Orla”: 10h30
Levar: Alegria, água, fruta, boné e protetor solar

Realização/Apoio
Casa de Cordel, Fundinho de Rua, Folia de Rua, AMA/PM - Associação Cristã dos Moradores e Amigos da Praia do Meio, Conselho Comunitário da Ribeira, Conselho Comunitário de Brasília Teimosa, FECAP/RN, Fórum Direito a Cidade, IAPHACC, Rexiste Reis Magos, Escola de Samba Balanço do Morro, UEE/RN, Coletivo Leila Diniz, ONG Oceânica, Fórum de Mudanças Climáticas e Justiça Social, ONG Baobá, Instituto INSPIRA, Santuário Ecológico da Pipa, Espaço Luz, ASPOAN – Assoc. Potiguar Amigos da Natureza, ACIRN - Associação dos Ciclistas do RN, SOS Mangue/RN, Rede Eu Sou do Amor, Gamboa Jaguaribe, Mandato Natália Bonavides, Roda de Samba, Mandato Divaneide, Movimento Pró Natal – Zona Leste, Dez Mulheres, LucGraf, Conexão Natal de Direito, Conselho Comunitário de Mãe Luiza, MODECOM - Movimento em Defesa do Conj. Neopolis, AMPA – Associação Moradores Ponta Negra, Conexão Natal de Direto, Grupo de Ciclistas de Natal, Academia Força & Saúde Coelho Neto, Centro Sócio-Pastoral de Mãe Luiza Nossa Senhora da Conceição, Nossa Natal, Centro Social de Brasília Teimosa.

terça-feira, 24 de setembro de 2019

“AMO NATAL, AMO VER O MAR E OS REIS MAGOS”


Você que ama Natal, nossa bela capital potiguar com suas incríveis paisagens, participe do grande abraço em favor da permanência de um dos mais lindos visuais do Brasil que nos remete e dá o título de  capital do sol, das dunas e do mar, tida como a paisagística capital por possuir a mais rica configuração geográfica do Nordeste.

O evento “AMO NATAL, AMO VER O MAR E OS REIS MAGOS” acontecerá dia 29 de setembro, domingo, a partir das 9h. A concentração é em frente ao Hotel Reis Magos na Praia do Meio, onde consta na programação a apresentação de vários grupos artísticos da cidade, o 65º Encontro Urban Sketchers Natal, e sorteio de passeios de barco no rio Potengi, além de  livros dos fotógrafos Fernando Chiriboga e Canindé Soares, da jornalista Glacia Marillac e da prof.ª Marise Costa. A partir das 10h30, começará a formação do grande Cordão do Abraço à Orla, em direção a Ladeira do Sol e a Av. Getúlio Vargas, para

visualizar a Fortaleza dos Reis Magos, o rio Potengi, a floresta de   mangues, as dunas de Genipabu, a ponte Newton Navarro, o Hotel Reis Magos, as praias dos artistas e a Ponta do Morcego.

Você sabia que tudo isso pode ser perdido? Que essas belezas podem ser privatizadas, apenas para quem pode pagar? Que podemos ter apenas arranha-céus na nossa orla? Pois bem, isto tudo está sendo ameaçado. Garantir o valor cênico dos espetáculos naturais de uma região é o direito/dever nato de cada cidadão. Essa ameaça é real!

O Plano Diretor da Cidade nos garante esse bem-estar e qualidade de vida. Mas, devemos ficar atentos, vigilantes e acima de tudo, devemos participar das discussões e apresentar propostas que façam de Natal, a cidade dos sonhos, pois isso tudo está em pauta e há muitos querendo modificar!

Venha se juntar a um monte  pessoas amigas que estão preparando uma Festa do Amor por uma Natal Sustentável, cheia de belezas naturais e que o vento possa adentrar pelas ruas e avenidas da cidade espalhando o cheiro e a brisa marinha, levando a riqueza terapêutica do iodo para a saúde do seu povo hospitaleiro.

Participe deste ATO PUBLICO do “Grande Abraço à Orla” contra a remoção dos moradores, a verticalização e em defesa do Hotel Reis Magos e da beleza Cênica das paisagens como importantíssimo Patrimônio Natural.


Traga sua família para este ato de “AMOR A NATAL”.

Serviço:
“AMO NATAL, AMO VER O MAR E O REIS MAGOS”
Data: 29.09.2019 (domingo)  Concentração: 9h
Local: em frente ao Hotel Reis Magos na Praia do Meio - Natal RN
Urban Sketchers: 9h - 65º Encontro em Natal, imediações do Hotel Internacional Reis Magos
Inscrição sorteio e Apresentação Artistas: 9h10
Blitz: 9h15 - Adesivação de carros e distribuição de panfletos
Divulgação do Sorteio: 10h10
Fotografia oficial do evento: 10h20
Formação do cordão para o “Grande Abraço à Orla”: 10h30
Levar: Alegria, água, fruta, boné e protetor solar
Realização/Apoio:
Casa de Cordel, Fundinho de Rua, Folia de Rua, AMA/PM - Associação Cristã dos Moradores e Amigos da Praia do Meio, Conselho Comunitário da Ribeira, Conselho Comunitário de Brasília Teimosa, FECAP/RN, Fórum Direito a Cidade, IAPHACC, Rexiste Reis Magos, Escola de Samba Balanço do Morro, UEE/RN, Coletivo Leila Diniz, ONG Oceânica, Fórum de Mudanças Climáticas e Justiça Social, ONG Baobá, Instituto INSPIRA, Santuário Ecológico da Pipa, Espaço Luz, ASPOAN – Assoc. Potiguar Amigos da Natureza, ACIRN - Associação dos Ciclistas do RN, SOS Mangue/RN, Rede Eu Sou do Amor, Gamboa Jaguaribe, Mandato Natália Bonavides, Roda de Samba, Mandato Divaneide, Movimento Pró Natal – Zona Leste, Dez Mulheres, AquaCoco, LucGraf, Conexão Natal de Direito, Conselho Comunitário de Mãe Luiza, MODECOM - Movimento em Defesa do Conj. Neopolis, AMPA – Associação Moradores Ponta Negra, Conexão Natal de Direto, Grupo de Ciclistas de Natal, Academia Força & Saúde Coelho Neto, Centro Sócio-Pastoral de Mãe Luiza Nossa Senhora da Conceição, Centro Social de Brasília Teimosa.

quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Dia da Árvore, 21 de setembro, Plantio de Baobá



Para celebrar o Dia da Árvore, 21 de setembro, nesse sábado, a ONG Baobá e a Rede EuSouDoAmor, em parceria com o Conselho Comunitário de Mãe Luiza, convidam você e sua família, para um memorável evento: o plantio de uma árvore de Baobá.

"Os baobás são árvores símbolo da biodiversidade do planeta. É uma grande honra a nossa instituição, estar plantando uma espécie dela no bairro de Mãe Luiza. Com certeza atrairá toda energia maravilhosa que as árvores possuem de promover o equilíbrio de vida na Terra". Diz Haroldo Mota, presidente da ONG Baobá.

Segundo Glácia Marillac, coordenadora da Rede EuSouDoAmor, as árvores são as grandes mães do planeta. "Somos totalmente abraçados com  amor pelas árvores. Elas são responsáveis pelo nosso bem estar no planeta e o  plantio do Baobá, essa árvore gigante, em Mãe Luiza, representa nossa filosofia de trabalho em honra à natureza”.

Para Susane Nóbrega, publicitária, moradora que sugeriu o evento do plantio, "a árvore milenar africana, no topo da escadaria, trará a beleza e a força cultural da luta ancestral de um povo".

Para Jeferson Nascimento, presidente do Conselho Comunitário do bairro de Mãe Luiza, "temos muito a agradecer a essas duas instituições que estão trazendo benefícios para o nosso bairro, e o local que escolhemos para a árvore se desenvolver é bem significativo, devido ao processo no qual sofremos com os transtornos devido as águas da chuva do ano que foi realizada a copa do mundo de futebol".

Venha e traga sua família, crianças  e amigos para o plantio que será realizado às 16h, na rua Guanabara, em frente ao pórtico da Escadaria Porta do Sol, no Bairro de Mãe Luiza - Natal RN.

Serviço:
Dia da Árvore, 21 de setembro, Plantio de Baobá 
Data: 21 de setembro de 2019 (sábado)
Horário: 16h
Local: Rua Guanabara - frente ao pórtico da escadaria, Mãe Luiza-Natal RN.
Realização:
ONG Baobá
Rede EuSouDoAmor
Apoio:
Conselho Comunitário de Mãe Luiza
Informação:
Haroldo Mota 84 98845.4603
Jerferson Nascimento 84 98729 4761
Susane Nóbrega 84 998074114
@glaciamarillac

quarta-feira, 4 de setembro de 2019

“2º Abraço no Parque da Cidade - 07 de setembro”


Natalenses do bairro de Cidade Nova abraçarão o “Parque da Cidade” neste sábado, dia 7 de setembro.

Após o sucesso do “1º Abraço no Parque da Cidade”, o movimento pela Água de Natal não para de crescer. Promovido no último domingo, 1/9, por ambientalistas e visitantes, agora o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte vai receber mais uma manifestação espontânea da comunidade, que está preocupada com a contaminação da água pelo nitrato que é altamente cancerígena.

Desta vez, são os moradores do bairro de Cidade Nova que farão o abraço solidário na entrada Oeste do Parque, no próximo sábado a partir das 16h. O movimento exige providências urgentes da Prefeitura Municipal de Natal para a conclusão da Estação de Tratamento de Esgotos e a publicação do Plano de Manejo do Parque da Cidade no Diário Oficial do Município.

Sobre o nitrato
“O problema da contaminação da água de Natal é muito grave para a nossa saúde e o Parque da Cidade, que vem enfrentando diversos problemas administrativos por omissão da Semurb, que é a gestora financeira da Unidade de Conservação. E nós, enquanto moradores e pessoas ligadas ao meio ambiente, temos a obrigação de abraçar, literalmente, essa causa solicitando uma interferência urgente do prefeito Álvaro Dias para esses problemas”, alerta o ambientalistas Haroldo Mota, da ONG Baobá.

O “2º Abraço no Parque da Cidade” começa às 16h com a coleta de assinaturas dos presentes para o abaixo-assinado a ser entregue ao prefeito de Natal, Álvaro Dias e, em seguida, os moradores e visitantes darão o abraço no Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte.

Venha, traga com sua família!

Serviço:
2º Abraço no Parque da Cidade
Data: 07 de setembro de 2019 (sábado)
Horário: 16h às 17h
Local: Entrada do parque no bairro de Cidade Nova, Rua Santo Antônio Natal RN
Concentração e Coleta de assinatura: 16h
Fotografia oficial: 16h45
Abraço: 17h
Realização:
ONG Baobá
ACIRN
ASPOAN
Rede EuSouDoAmor
Santuário Ecológico de Pipa
UNI RN
Gamboa do Jaquaribe
Dez Mulheres
SOS Mangue RN
Museu de Ciências Morfológicas da UFRN
Fórum Mudanças Climáticas e Justiça Social

quarta-feira, 28 de agosto de 2019

Domingo, dia 1/9, participe do “1º Abraço no Parque da Cidade”



Participe neste domingo, dia 1/9, do "1º Abraço no Parque da Cidade", localizado no prolongamento da Av. Prudente de Morais, no horário das 9h às 11h30.

O objetivo desta ação é alertar a população sobre a gravidade que vem ocorrendo no Parque da Cidade, onde se encontra mais da metade da água que abastece as zonas leste, oeste e sul de Natal. No Parque existem 10 poços da CAERN que representam cerca de 65% do volume de água consumido pela população. Para se ter uma ideia, só na Região Oeste moram aproximadamente 400 mil habitantes.

O Parque da Cidade foi criado, em 2006, na Zona de Proteção Ambiental 1, para proteger as águas subterrâneas situadas no local e seu entorno. Naquela época, a área estava livre de contaminação por nitrato.

Ocorre que, ao longo dos anos, com a expansão urbana, a intensificação da ocupação dos bairros do entorno e a não finalização do sistema de tratamento de esgotos do Parque, essa situação se modificou totalmente. Análises realizadas neste ano de 2019 revelam que em vários poços situados naquela área o índice de contaminação da água por nitrato já supera os limites permitidos pela legislação.

Diante deste quadro, várias entidades se reuniram para criar um abaixo-assinado solicitando ao Prefeito Álvaro Dias, que adote todas as providências necessárias para que o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte, possa continuar exercendo as suas relevantíssimas funções ambientais, sociais, culturais e turísticas para a nossa saúde e qualidade de vida.

Lembre-se que o Parque se constitui uma Unidade de Conservação do Município de Natal, que honrosamente recebeu da UNESCO, em julho/2019, o título de Posto Avançado da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica.

A programação para o "1º Abraço no Parque da Cidade", consta da concentração às 9h, reunião com os presentes às 9h30, o Abraço começa às 10h, em seguida das 10h30 às 11h30, será realizado a blitz de adesivação no carros, distribuição de árvores e panfleto “Salve a Água de Natal”.

Serviço
1º Abraço no Parque da Cidade
Data: 01.09.2019 (domingo)
Local: Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte, localizado no prolongamento da Av. Prudente de Morais, Natal RN
Horário: 9h às 11h30
Concentração: 9h
Reunião: 9h30
Abraço: 10h
Blitz: 10h30 - Adesivação/carro, distribuição de árvores e
panfleto “Salve a Água de Natal”
Encerramento: 11h30
Cobertura fotográfica: Canindé Soares
O que levar: sua alegria, água mineral, protetor solar, camisa UV, boné e fruta.
Realização:
ACIRN
ONG Baobá
ASPOAN
Rede EuSouDoAmor
Santuário Ecológico de Pipa
UNI RN
Gamboa do Jaquaribe
Dez Mulheres
SOS MangueRN
Fórum Mudanças Climáticas e Justiça Social

sexta-feira, 23 de agosto de 2019

NOTA EM DEFESA DA AMAZÔNIA



Nós que fazemos a ONG Baobá, estamos em defesa dos gritos da natureza na AMAZÔNIA EM CHAMAS, esse gigantesco patrimônio BIOLÓGICO é um tesouro da humanidade. Cabe ao povo e ao governo brasileiro salvaguardar para as futuras gerações. Como todos nós sabemos, é a responsável pela geração da riqueza da indústria agrícola, no Centro-oeste, Sul e Sudeste do Brasil, assim como para os países da América do Sul. Seus famosos rios voadores, abastecem inúmeras hidrelétricas que fornecem energia para as indústrias brasileiras e sul-americanas.

A imensa floresta tropical desempenha um extraordinário serviço ambiental que é a absorção de gás carbônico produzido pela civilização. Constituindo assim, um poderoso instrumento no equilíbrio dos efeitos das mudanças climáticas para conter o aquecimento global.

O ministério Público Federal e a Polícia Federal devem investigar e punir os verdadeiros culpados dessa violência.

Não podemos assistir essas cenas violentas de braços cruzados, que a justiça prevaleça!

Haroldo Mota
Presidente ONG Baobá

sexta-feira, 26 de julho de 2019

"Festa do Amor no Planeta dos Baobás" - 28 de julho



                                  Venha participar, traga sua família e amigos!
A "Festa do Amor no Planeta dos Baobás", dia 28 de julho, domingo, das 15h às 18h, promoção da ONG Baobá e da Rede EuSouDoAmor em parceria com o Baobá do Poeta.

O evento acontece na maior árvore de baobá das Américas, no Baobá do Poeta, localizado na rua São José, s/n, Lagoa Seca, próximo ao Corpo de Bombeiros da Av. Alexandrino de Alencar.

A iniciativa visa as comemorações das datas de julho do "Dia de Proteção das Florestas e da Conservação dos Manguezais", em valorizar a importância das árvores e o seu fabuloso conjunto de florestas, responsáveis em manter o equilíbrio da vida na Terra.

Mobilize-se pelas Árvores
O cenário da gigantesca árvore do baobá dará a devida expressão em seu post! Teremos diversos cartazes para sua escolha sobre o tema que desejar, ou mesmo você pode levar o seu para registro de imagens, personalizando sua celebração.

Parque dos Mangues
No evento haverá lista do formulário sobre o abaixo assinado para a criação do “Parque dos mangues no Potengi”.

Agenda da ONU
Esse evento está inserido na Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável da ONU, em comprimento aos seus objetivos 13 e 15, que são: tomar medidas urgentes para combater a mudança do clima e seus impactos e Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e a perda de biodiversidade.

Piquenique
Leve o seu piquenique para esse encontro AMOROSO e vamos fazer essa grande festa do AMOR.

Programação
O evento tem início às 15h com abertura da apresentação de dona Vercy no acordeon, dona Daluzinha Avlis, Chico de Acari, Duda da Boneca e Diógenes da Cunha Lima. Às 16h, abertura das palestras com Glácia Marillac e Profº Aristotelino Monteiro: “Só o Amor Cura” e “As Árvores e seus Importantes Serviços”, às 16h30, bate papo com público. A música dançante vai rola das 17h até às 18h.

A entrada é gratuita/livre.

Serviço:
“Festa do Amor no Planeta dos Baobás”
Data: 28 de julho (domingo)
Local: Rua São José no "Baobá do Poeta" Natal RN
Horário: 15h às 18h
Programação:
15h – apresentação de Dona Vercy, Daluzinha Avlis, Chico de Acari e Duda da Boneca e Diógenes da Cunha Lima.
16h - “Só o Amor Cura” – com Glácia Marillac
16h15 - “As Árvores e seus Importantes Serviços” – com Profº Aristotelino Monteiro
16h30 às 17h – bate papo com público
17h às 18h - Área livre para música e dança
Valor: entrada colaborativa de dez reais
Realização: ONG Baobá e EuSouDoAmor
Apoio: Baobá do Poeta
Informações:
@glaciaMarillac
Haroldo Mota 84 98845.4603

quinta-feira, 25 de julho de 2019

Exposição fotográfica "Floresta do Manguezal do Potengi"



Em comemoração ao Dia Mundial dos Manguezais (26/07), a ONG Baobá, SOS Mangue e a Rede EuSouDoAmor, lançam campanha em defesa da criação do Parque dos Mangues do Rio Potengi. O evento será  dia 25 de julho, das 10h às 12h, na biblioteca Zila Mamede da UFRN, com a abertura da exposição fotográfica do fotojornalista Canindé Soares que permanecerá disponível ao público até o dia 10 de agosto.

Esta é uma data importante para o movimento de proteção das florestas de manguezais no planeta,  que sofrem intensa pressão por estarem localizados em regiões litorâneas onde a maior parte da população mundial se concentra.  É crescente o avanço do nível do mar por causa das mudanças climáticas além do desmatamento para empreendimentos comerciais. 

Para o fotojornalista Canindé Soares,  é uma grande honra voltar a expor seus trabalhos na biblioteca da UFRN. "  Algumas fotos foram expostas pela primeira vez em 2016 e voltar agora, depois de 3 anos, é um momento para novas reflexões.  Esperamos que o trabalho da Baobá, do SOS Mangue e da Rede EuSouDoAmor, consigam realizar o sonho da implantação do Parque dos Mangues do rio Potengi." Concluiu o fotógrafo. 

Para Haroldo Mota, presidente da ONG Baobá e Rogério Câmara da SOS Mangue/RN, “ Neste nosso novo movimento com a Implantação do Parque dos Mangues, vamos poder sensibilizar a população norteriograndense sobre a importância de preservação e necessidade da criação do mesmo. Queremos discutir com a sociedade e levar para a Assembléia Legislativa aprovar e a governadora sancionar”. Afirmaram os ambientalistas. 

Segundo Glácia Marillac, coordenadora da Rede EuSouDoAmor, “ Toda essa cortina verde exuberante é berço de várias  espécies marinhas e palco para a expansão de mais um produto turístico ecológico, preservando o meio ambiente e gerando emprego e renda ao Estado”. Concluiu. 

Serviço:
Exposição fotográfica “Floresta do Manguezal do Potengi"
Data: 25 de Julho de 2019 (quinta-feira)
Horário: 10h às 12h
Local: UFRN – Biblioteca Zila Mamede
Período da Exposição: 25 de julho a 10 de agosto de 2019
Imagens: fotojornalista Canindé Soares
Realização:
ONG Baobá
SOS Mangue/RN
Rede EuSouDoAmor
Informações:
@glaciamarillac
Haroldo Mota 84 98845.4603
Rogério Câmara 84 99113.5025